Médico e líder do PSD no Senado dispara nas redes e alcança topo do ranking

   20/01/2021   •
  5

 min de leitura

O médico e líder do PSD no Senado, Otto Alencar (BA), é responsável por uma das mais vertiginosas subidas no ranking FSBinfluênciaCongresso. Ele avançou 58 posições em uma semana e chegou à seleta lista dos 15 senadores mais populares nas plataformas. Saiu do 72º para o 14º lugar, com posts sobre a falta de oxigênio hospitalar para pacientes com Covid-19 em Manaus e a decisão da montadora de automóveis Ford de deixar o Brasil.

A candidata à presidência do Senado pelo MDB, Simone Tebet (MS) também teve um crescimento expressivo no levantamento. A parlamentar ganhou 18 posições e chegou ao 10º lugar, ao tratar da campanha em busca dos votos dos colegas, assim como dos temas relacionados à pandemia, que dominaram a agenda do país. A crise de saúde no Amazonas também alçou ao 12º lugar o ex-governador do estado Eduardo Braga (MDB-AM), após subir seis postos.

A liderança do ranking continua ocupada pelos senadores Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), em 1º; Jorge Kajuru (Cidadania-GO), em 2º; Humberto Costa (PT-PE), em 3º; e Álvaro Dias (Podemos-PR), em 4º. Eles apenas moveram-se ligeiramente em relação ao levantamento anterior.

Confira aqui o ranking da semana no Senado Federal.

Câmara dos Deputados

Com intensa postagem diária nas redes sociais sobre a pandemia de Covid-19, a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) é um dos destaques do ranking FSBinfluênciaCongresso na semana entre 12 e 18 de janeiro. A parlamentar, que é médica e integra a bancada da Saúde, é uma das porta-vozes da campanha “Eu abraço a vacina”, em estímulo à vacinação. A falta de oxigênio a pacientes em Manaus e o pedido de impeachment contra o presidente Bolsonaro também renderam popularidade à congressista.

Em uma semana de notícias negativas para o governo, duas deputadas que fazem oposição ao Palácio do Planalto também tiveram aumento de influência nas redes. Sâmia Bomfim (SP), líder do PSOL na Câmara, avançou nove posições e chegou ao 12º lugar. Joice Hasselmann (PSL-SP), que rompeu com Bolsonaro e o critica diariamente, subiu sete degraus no ranking, postando-se em 9º. Em sentido inverso seguiu o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que despencou no levantamento, da 8ª para a 20ª colocação.

Na linha de frente do levantamento, seguem firmes os deputados Carla Zambelli, em 1º lugar, e Eduardo Bolsonaro, em 2º, ambos do PSL (SP). Os dois estão entre os parlamentares mais influentes e ativos das redes sociais e foram campeões no ranking em 2020. A novidade do topo da lista é o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ), outro opositor do governo. Ele já vinha em boa posição nas últimas semanas e chegou a 3º, desbancando Bia Kicis (PSL-DF), que ficou em 6º, após perder três posições.

Confira o ranking da Câmara dos Deputados.

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Fique por dentro de tudo!

Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado

Outras notícias

Entre em contato