O que se sabe sobre o estado de saúde de Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte

   20/04/2020   •
  5

 min de leitura


Fontes que observam o regime norte-coreano disseram que Kim estava em estado grave após cirurgia. Governos da Coreia do Sul e da China disseram não saber da informação. Falta de transparência torna o real estado de saúde do ditador um mistério. Kim Jong-un, durante reunião do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte
STR / KCNA / Via KNS / AFP Photo
O verdadeiro estado de saúde do ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, continua cercado de mistérios após a imprensa norte-americana noticiar, na segunda-feira (21), que ele apresentava estado grave após passar por cirurgia cardiovascular. Isso porque informações sobre a ditadura norte-coreana são difíceis de serem confirmadas. A Coreia do Norte está entre os regimes mais fechados do mundo, e não relata com transparência o que ocorre com Kim ou outros dados do país.
As primeiras notícias de que Kim estava "em estado grave" foram transmitidas por fontes do governo dos Estados Unidos à imprensa norte-americana. Além disso, um site mantido por desertores da Coreia do Norte também publicou que o ditador teve as condições agravadas devido à obesidade e ao hábito de fumar.
O governo da Coreia do Sul — que monitora a ditadura vizinha — não confirmou o estado de saúde, mas reconheceu que Kim passou por cirurgia. A China, que mantém laços com o regime norte-coreano, disse não ter registro sobre o ditador. E, oficialmente, o governo dos EUA também não confirmou a história.
Como os rumores começaram?
Kim Jong-un faltou ao evento de comemoração do aniversário do avô, Kim Il-Sung, que ocorreu em 15 de abril. Mesmo morto em 1994, o ex-ditador é considerado um líder até hoje pelo regime norte-coreano.
Na época, especulou-se que a ausência de Kim era uma medida protetiva contra o novo coronavírus. A Coreia do Norte, oficialmente, diz que não tem nenhum caso de Covid-19 — número contestado por observadores internacionais.
Fontes que monitoram o regime norte-coreano, então, relataram que Kim faltou ao evento após passar por cirurgia cardiovascular no início do mês.
A última fotografia em que Kim aparece data de 12 de abril e o mostrava inspecionando aviões militares.
O que diz o regime norte-coreano?
Até as 19h18 desta terça, a Coreia do Norte não havia se manifestado publicamente sobre o estado de saúde de Kim Jong-un. O regime sequer confirmou que o ditador passou por cirurgia.
A agência estatal KCNA publicou uma série de notas nesta terça que não mencionam qualquer alteração na saúde de Kim. Um dos textos diz que o ditador enviou mensagem ao presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, para parabenizá-lo pelo aniversário na segunda-feira.

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Fique por dentro de tudo!

Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado

Outras notícias

Entre em contato