Resultados da Pesquisa

Encontramos estes resultados abaixo:

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Etiqueta: B3

A história dos ETFs

Você já parou para pensar sobre as razões pelas quais as pessoas investem dinheiro? Essa é uma questão que, apesar de parecer simples inicialmente, não é tão fácil de ser compreendida pela população. Afinal de contas, na atual realidade do nosso país muita gente sequer sabe a diferença trivial entre guardar e investir seus recursos. A verdade é que para essa pergunta podem existir dezenas de explicações. Mas, dentre todas elas, a mais plausível de todas é a expectativa do indivíduo em colher benefícios futuros ao abrir mão dos seus recursos no presente. Por sorte, encontramos no mercado financeiro uma grande gama de produtos e estruturas de negociação que possibilitam ao indivíduo a oportunidade de investir (e não apenas guardar) seu patrimônio nos mais variados tipos de aplicação. Uma dessas modalidades de investimentos são os ETFs. A sigla para Exchange Traded Funds ou fundos negociados em bolsa. Sobre eles que

Ação do Grupo Mateus (GMAT3) tem alta em estreia na B3

SÃO PAULO – As ações do Grupo Mateus (GMAT3) estrearam nesta terça-feira (13) com ganhos. Às 10h20 (horário de Brasília), os papéis GMAT3 registravam alta de 2,56%, a R$ 9,20. A companhia realizou abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) na última semana, com arrecadação de R$ 4,63 bilhões, o maior IPO de 2020 até agora. A ação saiu a R$ 8,97, piso da faixa indicativa de preço. Além do lote principal, a companhia também colocou no mercado cerca de 75% do lote adicional. São coordenadores da abertura de capital da rede maranhense: XP Investimentos, Bradesco BBI, BTG, Itaú BBA, BB Investimentos, Santander e Safra. O Grupo Mateus é o quarto maior atacarejo do País, hoje com 137 lojas no Maranhão, Pará e Piauí. Ilson Mateus construiu a rede que hoje emprega mais de 20 mil pessoas do zero, começando com uma pequena mercearia. O negócio foi crescendo até

Ação do IRB sobe forte após derrocada de 25% em dois pregões; Petrobras avança com petróleo e Magalu tem ganhos

SÃO PAULO – O destaque do noticiário corporativo desta quinta-feira (8) fica novamente com o IRB (IRBR3) mas, desta vez, com alta expressiva, de cerca de 5%, das suas ações. O movimento ocorre após a forte queda de 25,50% em dois dias com a recomendação de venda do UBS BB para os papéis. A queda veio após um período de alta de 60% em dez pregões para os ativos – veja as perspectivas para o IRB clicando aqui.  Já em continuidade ao movimento da véspera com a elevação de recomendação pelo Bradesco BBI, as ações da Gerdau (GGBR4) abriram com ganhos, mas amenizaram. Também em destaque, o Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (SNIC) informou que em setembro o volume de vendas do produto contou com uma elevação de 21,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram comercializadas 5,8 milhões de toneladas no total, impulsionado pela autoconstrução e as

Ação da Sequoia Logística (SEQL3) estreia na B3 em queda

As ações da Sequoia Logística (SEQL3) estreiam nesta quarta na B3 em baixa. Às 10h22 (horário de Brasília), os papéis SEQL3 tinham queda de 2,02%, a R$ 12,15. A empresa de logística,  especializada no mercado de e-commerce, movimentou R$ 1 bilhão em sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A oferta primária, cujos recursos irão para a companhia, movimentou R$ 348,1 milhões, para fazer aquisições, para investir em automação e otimizar a estrutura de capital. E a tranche secundária, papéis detidos por atuais sócios, incluindo a firma norte-americana de private equity Warburg Pincus, movimentou R$ 652,6 milhões. A oferta saiu a R$ 12,40 por ação, abaixo da faixa fixada entre R$ 14,25 e R$ 17,75. (Com Reuters) Semana dos Vencedores: aprenda a fazer operações com potencial de ganho de R$ 50 a R$ 500, operando apenas 10 minutos por dia, em um workshop gratuito! The post Ação da Sequoia

Bolsa alcança marca de 3 milhões de investidores pessoas físicas

SÃO PAULO – O ambiente de maior volatilidade dos mercados em 2020 não tem afastado o investidor brasileiro da Bolsa, que alcançou, em setembro, a marca de 3 milhões de investidores pessoas físicas. Na busca por aplicações mais rentáveis, em meio ao menor patamar histórico da Selic, o número de investidores registra crescimento de 82,4%, em 2020, enquanto o Ibovespa tem desempenho negativo de 18,2%. Já na comparação anual, o aumento de pessoas físicas na B3 é de 112,6%. Vale lembrar que um investidor pode ter conta em mais de uma corretora. Do total de investidores na B3, 73,8% são homens e 25,2%, mulheres. A maior participação segue partindo das regiões Sul e Sudeste do país, com São Paulo e Rio de Janeiro concentrando metade dos investidores e 63% do volume negociado. Leia também: • As ações mais recomendadas pelos analistas para investir em outubro Quando analisado por faixa etária,

As ações mais recomendadas pelos analistas para investir em outubro

SÃO PAULO – Após o pior mês desde março para o Ibovespa, com queda de 4,8%, os analistas começam outubro ainda cautelosos com o cenário político doméstico e de olho no aumento da aversão ao risco na cena externa, em meio à proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos. A temporada de balanços do terceiro trimestre que se inicia nas próximas semanas também será acompanhada de perto, de forma a monitorar a recuperação das companhias na crise. “O mês de outubro será de bastante volatilidade e os investidores terão que ficar atentos às manchetes, porque qualquer coisa pode pegar [os mercados] de surpresa”, afirma João Dibo, analista de ações da Rio Bravo. Segundo ele, o cenário eleitoral nos EUA tende a dominar as atenções dos investidores, em especial devido à liderança nas pesquisas do democrata Joe Biden. “Ele já chegou a dizer que aumentaria as corporate taxes, o Imposto de

Ações da Petrobras sobem seguindo petróleo após forte queda na sexta; Cogna cai com recomendação cortada pelo JPMorgan

SÃO PAULO – Por mais uma sessão, quem ganha destaque são as ações do IRB (IRBR3), que já haviam subido 12,83% na última semana e 27,58% no período anterior. Desde 22 de setembro, um dia antes de apresentar dados positivos para o mês de julho (veja mais clicando aqui), as ações registram expressivos ganhos. Na última semana, a Standard and Poor’s atribuiu rating nacional AAA para o ressegurador, com perspectiva estável, avaliando que as recentes mudanças feitas no conselho e na administração da companhia deverão fortalecer sua governança e cultura de risco. A companhia também anunciou recentemente a emissão de até R$ 900 milhões em debêntures. Após a forte queda na última semana acompanhando o desempenho do petróleo, as ações da Petrobras (PETR3;PETR4) buscam recuperação; os papéis de PetroRio (PRIO3) também sobem. Os preços do petróleo subiam nesta segunda-feira, impulsionados por comentários de médicos do presidente norte-americano Donald Trump de

Ação da Boa Vista (BOAS3) estreia na B3 em forte alta

As ações da Boa Vista (BOAS3) estrearam na B3 na sessão desta quarta-feira (30) com ganhos. Às 10h22 (horário de Brasília), os ativos tinham alta de 5,98%, a R$ 12,93. A oferta inicial de ações (IPO) da empresa foi precificada a R$ 12,20, com a captação de R$ 2,17 bilhões. A Boa Vista é uma empresa de informações de crédito, além de administradora de banco de dados e transações entre empresas, fundada em 2010 pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). No mesmo ano, a Associação Comercial do Paraná, o Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre compraram uma fatia equivalente a 6,9% no capital social da empresa. No final de outubro daquele ano, o TMG Capital, fundo de private equity, comprou participação equivalente a 25% que foi elevada para 30% posteriormente, assumindo a liderança e gestão. Em 2017, um sistema

Ação da Hidrovias do Brasil (HBSA3) estreia na B3 em queda

SÃO PAULO – As ações da Hidrovias do Brasil (HBSA3) estrearam em queda na sessão desta sexta-feira (25). Os papéis HBSA3 registram, às 10h26 (horário de Brasília), baixa de 2,91%, a R$ 7,34. Os acionistas da companhia levantaram na quarta-feira R$ 3,4 bilhões em oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), a maior do ano até agora. A empresa de logística precificou suas ações a R$ 7,56 cada, no piso de sua faixa estimada de preço, de acordo com dados disponíveis na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Os papéis estão listados no segmento do Novo Mercado, o mais alto nível de governança da bolsa brasileira. A Hidrovias do Brasil é uma das maiores companhias prestadoras de serviços de logística integrada independente com foco em logística hidroviária da América Latina. Fundada em 2010 pelo fundo Pátria, além da logística, a empresa faz também armazenamento e outros serviços relacionados, como

AES Tietê e Unipar vão investir R$ 1,29 bilhão em projeto de eólica

(Bloomberg) – A AES Tietê (TIET11) e a Unipar planejam investir R$ 1,29 bilhão no projeto de construção de um parque de geração de energia eólica na Bahia, disse a diretora financeira da AES, Clarissa Sadock. Para financiar a obra, a AES Tietê não descarta emitir debêntures de infraestrutura, disse ela. Do total, R$ 620 milhões do investimento serão divididos igualmente entre as duas empresas sócias na joint venture e R$ 670 milhões serão investidos pela AES Tietê, disse Clarissa, acrescentando que a companhia já entrou com pedido de crédito junto ao BNB e ao BNDES. “A pandemia não atrapalhou a liquidez das debêntures de infraestrutura”, disse. As empresas confirmaram a criação da joint venture no dia 3 de setembro, para a construção do projeto nos municípios de Tucano, Biritinga e Araci, com início previsto para 2021. O plano é ter 155 megawatts (MW) de capacidade elétrica instalada, com 60

Entre em contato