Resultados da Pesquisa

Encontramos estes resultados abaixo:

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Etiqueta: Entrevistas

Mercado brasileiro sofre com falta de governança e precisa amadurecer, diz presidente da Amec

SÃO PAULO – No dia 11 de agosto, quando se tornou pública a proposta de compra da Linx pela Stone, tinha início o mais novo capítulo da longa lista de disputas entre acionistas minoritários e grupo controlador no mercado local. Pouco após conhecidos os termos do negócio, a gestora Fama Investimentos divulgou uma carta com duras críticas ao modelo proposto, que, segundo a asset, beneficia injustamente os diretores da Linx, em detrimento aos demais acionistas. Além disso, apenas três dias depois, a concorrente Totvs entrou na disputa, com uma oferta mais vantajosa aos minoritários, que teria sido ignorada pela diretoria da Linx. O caso parece ainda longe de um desfecho. E apenas vem se somar aos exemplos recentes envolvendo IRB, Gol e Smiles e Qualicorp, em que as decisões das empresas se tornaram alvo de questionamento de investidores. Fábio Coelho, presidente da Associação de Investidores no Mercado de Capitais (Amec), reconheceu,

Barsi critica “especulação” com Magazine Luiza e reforça aposta em ações de BB, Klabin e Sabesp: “Todo mundo continua bebendo água e tomando banho”

Popularizou-se nos últimos tempos o estereótipo, caricato até certo ponto, dos profissionais do mercado financeiro acelerando pelo “condado” da região da Faria Lima, em São Paulo, a bordo de patinetes elétricos com impecáveis camisas de tom azulado. São os chamados “Faria Limers”. O paulistano Luiz Barsi Filho, nascido em 1939 e conhecido pela aversão a qualquer tipo de ostentação, não poderia diferir mais da imagem. O filho de imigrantes espanhóis começou a trabalhar aos nove anos, foi dono de corretora, editor de jornal e se tornou um dos mais bem-sucedidos investidores individuais do país – com uma fortuna estimada em aproximadamente R$ 2 bilhões – tendo constituído, ao longo de 53 anos, uma poupança previdenciária com ações boas pagadoras de dividendos. Além disso, ele não faz nenhuma questão de estar no Itaim Bibi. Barsi prefere bater ponto no coração central da capital paulista, na rua Libero Badaró, colada ao pátio

Entre em contato